MÃE É MÃE, E DIZER NÃO A ELAS DÓI, MAS ÀS VEZES É NECESSÁRIO

....Mães, elas podem tudo, afinal são mães...E às vezes é preciso cortar na carne, dizer não mesmo que isto machuque...

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Verdade seja dita, mãe é mãe e pronto. Mãe é um ser universal que nos pari e a elas todo respeito e respeito. Agora, claro que quem de nós já não desobedeceu a ordem de uma mãe?! Quem de nós já teve que cortar na carne quando não pôde atender a um pedido de mãe?!

Sabemos que o mundo hoje nos exige muito como profissionais e a responsabilidade de bem servir ao povo, quando se trata especialmente do trabalho público, da ação política, e com mandato é preciso que se entenda que o Brasil não suporta mais a velha política, aquela de ações canhestras, nebulosas, e no lugar disto o que a população quer é transparência, real ética, e acima de tudo respeito ao povo que elegeu seus mandatários.

Daí, esta polêmica que se criou ao se ver que uma mãe, excelente profissional na sua área, mulher de fibra e de muito conhecimento, criticou a postura do futuro governo eleito sobre se ela poderia ser ou não aproveitada nesta nova gestão. 

Oras, dona Ana Almeida tem todo o direito de falar o que lhe pese em suas verdades, e certamente isto não é nenhum problema quando o que justamente se quer é um governo aberto a críticas, e se elas vêm de uma mãe, esta mãe sendo a do vice governador é a prova cabal de que Wilson Lima mostra que é isto que o seu governo quer, agir, tomar decisões, estas que venham ao encontro dos anseios de uma população que quer o Amazonas limpo, forte, de economia pujante, e o preço para isto às vezes requer dizer muitos 'nãos', mesmo que isto se corte na carne de um filho. 

Não é fácil dizer não, mas sabemos que é preciso termos um governo que diga 'não' justamente para apadrinhados, parentadas e os velhos vícios e erros da política passada.

O voto em Wilson Lima foi justamente para que se corte na carne este mal!

Portanto é salutar a posição da dona Ana Almeida, assim como é revigorante a posição do Procurador Carlos Alberto Almeida, que já mostrou em juízo que o nepotismo é um mal para a administração pública, assim o pai do vice governador Carlos Almeida comunga com os mesmos posicionamentos do filho, e do governador eleito. Certamente dona Ana também entende desta forma.

Assim, nada mais natural e revigorante ver que o futuro governo eleito procura manter uma posição ética e de firmeza diante de temas espinhosos, ainda mais quando se trata de questões pessoais. 

ban zona 

ban gov am

prente

 

agnorte logo02

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM