Quinta, 02 Maio 2019 15:38

OS REAIS FATOS E OS 'FAKE'S SOBRE ELEIÇÃO

Avalie este item
(0 votos)

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Uma coisa deve ser deixada clara para os leitores e eleitores em especial.

A eleição municipal do ano que vem será bem diferente da última, devido as mudanças que foram feitas pela justiça eleitoral, onde espera-se muito mais aguerrimento dos candidatos e dificuldades para os partidos fecharem suas alianças políticas.

Outro ponto.

Diante do que temos hoje é cedo, muito cedo antecipar quadros - caso de alguns posts em que afirmam que Arthur Neto já estaria, por exemplo, com seu apoio garantindo a um determinado candidato.

Oras, o prefeito, todos sabem, de tolo não tem nada, e é um político experiente...Ele mesmo é um dos que relata que qualquer coisa dita hoje é cedo, 'precoce' fazer elações. Isto porque os nomes apresentados são os mais variados e podem, sim, até ter de fato apoio do prefeito de Manaus.

Vamos lá!

David Almeida é um nome que surge ainda. O ex deputado, que até ano passado era presidente do parlamento estadual, pelo cargo assumiu o governo do Estado de forma interina, em 2017. E, por cinco meses, fez um barulho à frente do comando do Estado. Isto lhe deu a ideia de tentar a reeleição. Porém, era um risco, e não gerando confiança, não teve o sinal verde de seu partido, PSD. Este que na ocasião decidiu apoiar Amazonino Mendes, que, por fim, ganhou a eleição tampão, que durou quase um ano. Em seguida, vieram novamente a eleição oficial, e foi aí que David Almeida, já em outro partido, o PSB, se candidatou e ficou em terceiro lugar.

Dito isto, pronto!

Por vários erros pequenos tiraram David do segundo turno. Quem foi para lá com Mazoca disputar o segundo turno foi o vencedor, o atual governador Wilson Lima, até então apenas um novato que 'jamais teria chances'. 'Vai vendo...'

Deu no deu, e Wilson se elegeu tendo ajuda forte da 'onda Bolsonaro' que assolou o país, e no Amazonas não foi diferente.

E em falando do governador Wilson, ver por aí que ele pode ser cassado já!...é algo muito enganoso que vem sendo jogado nas redes sociais...Pior, dizer que o goernador cassado assume o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Josué Neto, e este virando governador (?!) - é algo que parte de uma linha de invencionices na internet.

Isto porque não se tem no momento nenhuma ação que esteja a tal ponto na justiça eleitoral, que venha dar em cassação imediata de mandato do governador. O que se tem é muita maldade de certos nichos na internet, que a serviço espúrio espalha notícias falsas, verdadeiros fakes news.

Na verdade, existe muito a ser disputado dentro da justiça eleitoral até que saia algum tipo de veredito, e o governador se vier a ser cassado poder recorrer no cargo...E dai se chamar ou não o segundo colocado...Ou ainda uma nova eleição!

 

Um outro fato que não de pode esquecer que dentre os muitos candidatos que Arthur tem, o próprio vice dele, Marcos Rotta, que hoje retornou ao seu trabalho, tendo sido chamado pelo próprio prefeito a colocar uma pedra no passado, quando hovue eleitoralmente um distanciamento de ambos.

Hoje, o clima é de tranquilidade, ainda que nos bastidores certos fogos sejam acendidos...Porém, só se saberá se tal fogo queimará mesmo a partir de janeiro de 2020. Até lá, Rotta segue o seu padrão de atendimento e com o trabalho, que, claro, já foi mais evidenciado...Porém, toda ação tem uma reação...Para políticos sempre mais de uma!

O resto de nomes que podem ou não surgir, é tudo ainda mera especulação e/ou fogo amigo, ou ainda 'fake news' a serviço de políticos que pagam certos espaços online só para fazer inferno...

DUAS MÁQUINAS

Assim, para este ano só lá pelo final do segundo semestre que teremos mais clareza de candidaturas, reais, e os nomes que poderão, sim, sair em disputa pelo cargo hoje de Arthur Neto.

O prefeito de manaus que por sinal começa a dar continuidade do seu trabalho, e muitas obras estão caminhando e mais virão. E não se duvida que Arthur em toda sua habilidade política vá construir um cenário altamente favorável para eleger o seu candidato, que pode ser tanto do PSDB como não, e isto vai muito das nuances que se mostrarão no tempo certo, só ano que vem, para que o prefeito oficialize um nome, ou porque não nomes.

Lembramos que de fato que os caciques políticos de terras jaraquis têm sempre mais de um nome no bolso, e às vezes são nomes apoiados numa linha A e B... 

Além de uma máquina municipal azeitada para puxar votos de seu candidato, Arthur deve ter como adversário político o grupo liderado pelo governador Wilson Lima, que pode entender, sim, que tem nomes.

E tem!!...

O seu vice governador é um. Carlos Almeida vem até aparecendo bem em pesquisas informais a prefeito de Manaus.

Claro, que Wilson terá que resolver, primeiramente, o ímpeto de Luiz Castro, secretário (ainda) de Educação, que desde sempre se deixou vazar pelo seu pessoal que ele seria o candidato a prefeito da Capital, claro, com apoio da máquina do Estado. Daí ter 'exigido' a Seduc. Porém, os ventos não lhe sopram bem, há tempos...

O fato é que ano que vem teremos uma eleição altamente jovial, com muitos nomes novos e novatos da política. Politicos que com pouco mais de 40 anos poderão colocar os seus nomes para apreciação popular, e chegará ao segundo turno aqueles que mostrarem o marketing ideal que some além de suas ideias inovadoras tenham a experiência e visão política, que vá, de fato, ao encontro dos anseios da população manauara.