... Uma morte anunciada quando o policial sai de casa armado e vai se embriagar e para mostrar que é 'macho' saca da arma e atira...

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

O ocorrido nesta noite de sexta (24) para sábado, 25, quando um policial embriagado saca sua arma e atira dentro do bar 'Porão do Alemão' é o reflexo de erros, enganos e falta da lei, de forma contundente, para impedir que lastimáveis fatos ainda ocorram em Manaus, no país, onde o resultado disto, invariavelmente, são mortes de pessoas inocentes.

E foi isto que ocorreu no 'Porão do Alemão' quando o delegado Gustavo Sotero baleou e matou o advogado Wilson Justo Filho, e ainda feriu mais outras duas pessoas com os tiro de sua arma.

A verdade, triste, é que esta noite só podia terminar em tragédia quando este senhor, Gustavo Sotero, já saiu de casa armado e foi se embriagar. Este mesmo senhor que já se envolveu em briga de trânsito, há três anos, e embriagado sacou de sua arma, porém o pior não aconteceu naquele dia porque a PM o prendeu antes que alguma tragédia acontecesse. Mas, o mesmo não pôde ser evitado nesta madrugada de sábado no 'Porão do Alemão', quando este policial asqueroso, um imundo, uma vergonha para a Polícia, que é delegado, este desgraçado tirou a vida de uma pessoa.

Sotero agiu justamente fazendo o inverso do que devia, que seria estar protegendo vidas, mas, acabou que matou um pai de família, e ainda feriu mais duas outras pessoas. Tudo isto porque ele foi se divertir, mas, armado, e ao se achar intimidado, seja por quaisquer razões, sacou sua arma e saiu atirando.

LEI??!!

A Lei pode até dar ao policial o direito e andar armado, mas, certamente não o ampara quando ele vai se divertir utilizando da bebida alcoólica. Poder até pode, mas não deve! Simples questão de bom senso...

Porém, faço aqui uma ressalva, ainda que delicada, que na minha opinião a Gerência do 'Porão do Alemão' deveria ter se preparado para este tipo de situação, porque em sua entrada do bar todos são abordados, revistados justamente para não adentrar armado. Mas, mesmo que ali chegue um oficial, policial, o correto é que ele deixe sua arma em local seguro do estabelecimento. Na insistência do contrário, ou seja, do policial querer se manter armado, a Casa deveria solicitar o amparo de uma viatura da PM, e da própria Delegacia Geral, para que o delegado plantonista desse junto com os PM´s o aval daquela situação em que um delegado, embriagado, poderia, então, adentrar ao recinto armado.Resultado de imagem para gustavo sotero

Creio que isto daria ao 'Porão do Alemão' a devida divisão de sua responsabilidade, estando amparada pelas Polícias.

Por que será que a PM/e ou a Polícia Civil ao ver o estado etílico de Sotero ainda o deixaria entrar no bar armado??!!

Este senhor, repito, um pobre desgraçado, Gustavo Sotero deve desta vez ser preso, ser mantido preso e ser expulso da Policial Civil, e devidamente processado por ter assassinado uma pessoa. Porque se ao dirigir embriagado você sabe que pode matar alguém, e isto é crime doloso, policial sair armado e for se embriagar é o mesmo risco.

Uma noite que seria só de alegria, de comemoração da vida para Wilson foi o fim da sua vida, e agora uma dor tremenda para seus familiares...Que Deus tenha misericórdia e acolha seus familiares!

Daqui da Colina do AgênciaNorte esperamos que Sotero tenha desta vez o fim que merece, a cadeia! Que esta noite de tragédia sirva, infelizmente com muita dor para que autoridades, os Senhores da Lei e os fazedores das Leis possam dar um fim para que policiais andarem armados quando forem ingerir bebida alcoólica...Arma mata, e bebida ajuda!

ban gov am
sebra dir

parente fm

 

 

BAN DOWN INTERNO
© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM