b pref mao

PSL REUNIDO DITANDO PAUTAS NO CONGRESSO

Encontro nacional do PSC reúne novas lideranças para alinhar estratégias de enfrentamento a problemas comuns...Em Brasília, governadores, senador e deputados eleitos apontam a insegurança como maior desafio a ser enfrentado

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

A viagem do governdaor eleito Wilson Lima para Brasília (DF), nesta quarta, 7, foi de agenda cheia onde ele teve encontros com parlametares da bancada amazonense, bem como encontros importantes com membros do seu partido - PSL, caso da conversa que teve com o governador eleito pelo Rio, o seu xará Wilson Witzel. 

O encontro aconteceu no gabinete da Liderança do PSL, no Anexo IV da Câmara dos Deputados. Por lá ainda estiveram o senador eleito Zequinha Marinho (Pará) e vários deputados federais e estatuais do partido. 

O presidente nacional do partido, pastor Everaldo Dias Pereira, elogiou a atuação dos eleitos, que demonstraram força ao enfrentar e vencer as adversidades. "É com muita alegria que, hoje, os recebemos. Sabemos das dificuldades que nortearam suas campanhas. Estivemos ao lado de vocês antes e continuaremos a dar apoio", reiterou.

O deputado federal Marcondes Gadelha (PB), primeiro vice-presidente, enfatizou que a escolha do povo pelo novo ocasionou um vendaval de esperança no País, em especial, nos Estados em que os dirigentes são do PSC porque estes tem compromisso com a família.

"Nosso partido está com o peito pipocando de orgulho. Eles acreditaram que a mudança é possível e o povo confiou neles. O Rio de Janeiro enfrenta a corrupção e o poder paralelo. Acreditamos que a firmeza e coragem do Witzel vai combater e vencer o crime. No Amazonas, o desafio é ver naquele Estado que é um verdadeiro País brotar o desenvolvimento. Wilson Lima está preparado para tornar a estrela do Amazonas ainda mais brilhante", afirmou Gadelha.

SEGURANÇA

Um item, a Segurança, fo io tema que mais sobressaiu nas conversas, uma vez que a insegurança foi apontada não só pelo governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, como o do Amazonas, Wilson Lima. Para eles, a eocnomia de ambos estados está quebrada.

"Hoje, os grandes investidores querem ampliar seus negócios porque acreditam na postura rigorosa de combate ao crime organizado. O nosso grande desafio é abrir uma porta para esses jovens coptados pelos criminosos. Nós vamos dar uma oportunidade para que eles comecem uma nova vida" afirmou Witzel - do Rio.

Do lado amazonense, Wilson Lima afirmou que a segurança será prioridade, "bandido não terá vida fácil no Amazonas. Empregaremos todos os dispositivos legais para retirar das ruas quem rouba, fere, mata o cidadão de bem. As emendas parlamentares propostas por senadores e deputados federais para o orçamento de 2019 garantirão os recursos para os investimentos em segurança", afirmou ele.

No final do mês de outubro, as bancadas do Amazonas no Congresso Nacional e Câmara dos Deputados direcionaram suas duas emendas, no total de R$ 350 milhões, para o governo do Amazonas. Sendo que R$ 150 milhões serão utilizados no monitoramento da tríplice fronteira (Brasil, Colômbia e Peru) e R$ 200 milhões ficarão a critério do governador eleito para investimentos.

ban zona 

ban gov am

 

agnorte logo02

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM