b pref mao

ban prebv nov181

TURISTA TEM DINHEIRO RECUPERADO

Polícia Civil recupera e devolve a turista nécessaire contendo aproximadamente U$ 2 mil esquecida em aeroporto de Manaus

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Crimes contra o Turista (DECCT), devolveu, na manhã desta quarta-feira (09/01), às 11h30, uma nécessaire contendo U$ 1.970, pertencente ao maranhense Eduardo César Silva de Souza. O objeto, segundo os policiais civis que atuam na unidade policial, foi esquecido pelo passageiro no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, no dia 21 de novembro de 2018.

De acordo com a equipe da DECCT, na madrugada em que o fato aconteceu, às 4h30, Eduardo César estava em trânsito pela capital quando teve o voo cancelado e acabou esquecendo a nécessaire, contendo o dinheiro e objetos pessoais, em um carrinho para transporte de bagagens no aeroporto supracitado, localizado no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus.

“Assim que o passageiro notou que não estava mais com o objeto, ele nos procurou e formalizou a ocorrência. Iniciamos as diligências em torno do caso e, ao visualizarmos as imagens captadas por câmeras instaladas no aeroporto, identificamosque uma mulher, ao chegar ao lugar, pegou o carrinho onde estava o objeto perdido e, logo após verificar o que havia dentro da nécessaire, ficou com a bolsa e seguiu para casa, em um táxi”, explicou o delegado Antônio Cláudio Teixeira, titular da unidade policial, que coordenou as investigações.

Logo após identificar a pessoa que estava com o objeto, a equipe da DECCT entrou em contato com a empresa responsável pelo translado da passageira e chegou até o endereço dela no dia 26 de dezembro de 2018. No lugar, a mulher informou que esteve no aeroporto para viajar, mas que o voo dela havia sido cancelado e que, em razão disso, havia retornado para casa com o objeto encontrado.

“Ela já tinha, inclusive, usado parte dos dólares de Eduardo César, que precisou desmarcar a viagem que faria a Cancun, no México, porque havia perdido o dinheiro. Quando entramos em contato com ele e informamos que havíamos recuperado a nécessaire e que a mulher teve o prazo de 24 horas para levantar toda a quantia que estava na bolsa, o passageiro ficou bastante surpreso, pois estava desacreditado que teria o dinheiro devolvido. A retirada do bem só aconteceu nesta quarta-feira porque foi a data que ele pode retornar a Manaus para reaver o objeto”, concluiu Teixeira.

ban zona 

ban gov am

prente

 

agnorte logo02

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM