SAÚDE JÁ RECEBENDO PAGAMENTOS

Susam já autorizou cerca de 80% dos pagamentos liberados para as empresas terceirizadas

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

A nmotícia ainda não é a que médicos e empresários da Saúde desejam, mas, o Governo Wilson Lima va cumprindo com o seu cronograma de acertos feitos com as categorias, caso de já ter liberado o pagamento de mais de 78% da competência de 2018.

Segundo o Governo, este valor corresponde a R$ 72,6 milhões de R$ 93 milhões previstos.

Em mais uma reunião do vice-governador e secretário de Saúde, Carlos Almeida que conversou com os gestores das unidades de Saúde, como formar de buscar mais o estreitamento do Governo e estas Unidades, para assim se mostrar rmais presente junto à população. “Vocês estão enfrentando os problemas lá na ponta e têm condição mais acertada de nos trazer as dificuldades que as unidades têm enfrentado na rotina”, declarou Almeida, pedindo mais agilidade na comunicação sobre as situações nas unidades.

O valor autorizado para pagamento ultrapassou os R$ 65,7 milhões, equivalente a 70% de uma competência de 2018, anunciados pelo governo em janeiro. Com a entrada da receita de fevereiro, foi possível disponibilizar os outros 30% restantes, o que totaliza R$ 93 milhões liberados para os pagamentos, que estão sendo feitos conforme as empresas vão se tornando aptas para receber.

“Os pagamentos que ainda restam são por questões burocráticas internas, além de ausências de documentações e não pela falta de financeiro”, esclareceu o secretário.

Diante de todo o caos da Saúde, sensível a toda esta problemática, a Assembleia Legislativa do Amazonas se prontificou neste esforço do governo, assim como já deixou claro opresidente da Casa, dep. Josué Neto ao governador Wilson Lima, onde se busca prover o pagamento regular dos meses correntes, evitando novos acúmulos de dívida, como ocorreu no passado.

Governo e os deputados buscam fontes alternativas, já que todo começo de ano existe as dificuldades orçamentárias naturais, por conta da baixa arrecadação.

Para isto, o governo está se entendendo com a Assembleia para se explorar o Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), que depende de autorização dos deputados, além de verbas de contingenciamento de outras áreas. Tudo isto para quitar a dívida de mais de R$ 1,1 bilhão, que recebeu das gestões passadas, o governo disse que vai buscar operações de crédito bancários.

...

Com Secom Gov AM

ban zona 

ban gov am

prente

 

agnorte logo02

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM