Quinta, 08 Abril 2021 10:38

Manaus indo alem da meta

Avalie este item
(1 Votar)

Meta de vacinação em grupos prioritários iniciais é ultrapassada

Em pouco mais de dois meses, desde que iniciou a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Manaus, no dia 19/1, a Prefeitura de Manaus ultrapassou a meta estipulada pelo Ministério da Saúde, em cinco, dos seis grupos prioritários iniciais: trabalhadores de saúde e idosos de 60 anos e mais, distribuídos em cinco subgrupos por faixa etária. Para as campanhas de vacinação, o Ministério da Saúde estabelece o percentual de 90% como patamar mínimo da população estimada a ser imunizada.

Meta de vacinação em grupos prioritários iniciais é ultrapassada

 

A secretária municipal de Saúde interina, Aline Rosa Martins, destaca o desempenho de Manaus na imunização do público-alvo. “A Semsa vem conduzindo a vacinação de forma a alcançar a meta estipulada para cada um dos grupos prioritários e assim avançar nos grupos subsequentes. Isso, claro, à medida em que recebemos mais doses. A orientação do prefeito David Almeida é no sentido de assegurar agilidade na campanha, mas principalmente a proteção das populações mais vulneráveis, dentro do que estabelece o Plano Nacional de Imunização”, aponta Aline.

De acordo com o “Vacinômetro” municipal, até as 16h desta quarta-feira, 7/4, já haviam sido aplicadas 319.940 doses, sendo 259.318 primeiras doses e 60.622 segundas doses. O grupo de trabalhadores de saúde é o que apresenta, até hoje, o melhor resultado, com 63.134 vacinados, o equivalente a 99,71% do total previsto pelo Ministério da Saúde. Nos cinco grupos de idosos, considerando a ordem de início da vacinação dessa população, as equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já vacinaram 19.387 idosos de 80 anos e mais, o que representa 95,70% deste público; 17.023 pessoas de 75 a 79 anos, que são 91,34% de todo o grupo; 28.782 idosos de 70 a 74 anos, que correspondem a 92,58% da totalidade do grupo; e 43.577 dos de 65 a 69 anos, equivalente a 91,61% de todos os idosos dessa faixa etária. 

O único grupo que ainda não alcançou a meta do Ministério da Saúde é o de pessoas de 60 a 64 anos, com 58.329 vacinados, ou seja, 86,16% do total de 67.694 idosos estimados para essa faixa.

O alcance das metas permitiu à Semsa avançar para uma nova etapa da campanha, atualmente com a vacinação de pessoas de 18 a 59 anos, portadoras de três tipos de comorbidades, eleitas como prioritárias entre as elencadas pelo Ministério da Saúde, que são obesidade mórbida (IMC igual ou maior que 40), diabetes mellitus e cardiopatias. 

“Montamos um calendário e até sábado estaremos vacinando essas pessoas em ordem decrescente, por grupos de idade. Tudo isso é fruto de planejamento, de organização, de empenho e dedicação de todos os profissionais envolvidos no processo”, explica Aline, informando que para esse grupo específico não há meta, por não haver estimativa de população.

Na tarde desta quarta-feira, o “Vacinômetro” indicava que 22.022 pessoas com as três comorbidades prioritárias já haviam recebido a primeira dose da vacina CoronaVac.

— — —

Texto – Sandra Monteiro / Semsa PMM