Segunda, 02 Setembro 2019 22:35

PONTE QUE LIGAM E MATAM

Avalie este item
(0 votos)

Projeto quer instalação de telas de proteção em pontes para evitar suicídio

REDAÇÃO AgênciaNorte

agnorte.com.br

Uma defesa pela vida, ainda que isto tenha que quebrar um padrão estético urbanístico como é o caso da ponte Rio Negro, que poderá ganhar contornos novos, telas, grades, redes em sua concepção, porque infelizmente a ponte tem servido, em parte de sua existência, para que pessoas a usem para tirar a própria vida.

Diante de muitos casos que acontecem de suicídio no Estado, e a ponte sendo usada como peça central deste macabro enredo em que pessoas tiram a própria vida é que neste mês em que se celebra o 'Setembro Amarelo', onde a preocupação, desde 2015, nasceu para alertar toda a sociedade sobre os casos de suicídio no Brasil.

Desta forma, foi apresentado, nesta segunda, 2, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), um Projeto de Lei (PL) que propõe a instalação de telas ou redes de proteção em pontes de todo Amazonas.

Segundo o PL, as telas ou redes seriam instaladas nas laterais das pontes onde existem casos de suicídio ou tentativa de suicídio, como as pontes Phellipe Daou e a ponte do Educandos, entre outras. A idéia partiu do deputado Fausto Jr faz um alerta onde a Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) te registrado tentativas de suicídio na ponte Phellipe Daou - ponte que ao município de Iranduba.

PONTE RIO NEGRO

MAIS ATENÇÃO

Dentro deste projeto, ainda prevê a instalação de telefones com ligação gratuita para órgãos ou instituições que atuam em casos de emergência, como Samu, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Militar, hospitais e pronto socorros.

“Estamos vivendo uma onda de tentativas de suicídio. Parece que as pessoas escolheram as pontes como local para tirar a própria vida”, lamentou Fausto Jr. “A instalação de telas ou redes de proteção é uma medida para evitar que novos suicídios aconteçam”, acrescentou.

O parlamentar destaca que o combate ao suicídio exige mais atenção da sociedade e do Poder Público. “Estou propondo que as escolas públicas do Amazonas tenham mais psicólogos para acompanhar crianças e jovens”, ressaltou o deputado. “Dessa forma podemos identificar situações de risco e dar apoio especializado para que jovens e crianças não tirem a própria vida”, completou Fausto Jr.

...

Com Ascom Dep. FJ