Quinta, 09 Maio 2019 17:54

Diretor de teatro Luiz Vitalli morre na manhã desta quinta em Manaus

Avalie este item
(0 votos)
Luiz Vitalli foi um dos diretores da novela 'Torre de Babel' da TV Globo. Luiz Vitalli foi um dos diretores da novela 'Torre de Babel' da TV Globo. Reprodução / Internet

 

Faleceu na madrugada desta quinta-feira (9) o ator, diretor, professor e produtor cultural Luiz Vitalli, 60. Figura importante para o teatro e cinema do Amazonas, o artista morreu após sofrer uma parada cardíaca no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. Artistas e autoridades lamentaram a perda.

Vitalli nasceu em São Paulo e veio morar no Amazonas nos anos 80. O ator estava internado desde segunda-feira (6) e havia passado por duas cirurgias contra uma trombose em uma das pernas. Durante a madrugada, Vitalli teve uma parada cardíaca. Os médicos tentaram uma reanimação, mas infelizmente Vitalli não reagiu.

 

A notícia foi confirmada por volta das 10 h da manhã desta quinta – feira (9), pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC), através de nota. O texto diz ainda que com profundo pesar pelo falecimento do ator Luiz Vitalli, aos 60 anos, na madrugada desta quinta-feira (9/5). Vitalli foi um dos grandes expoentes do teatro e do cinema amazonense, atuando como diretor, ator e produtor.

 

Um dos últimos trabalhos de Vitalli, o curta-metragem “Vila Conde”, rendeu-lhe o prêmio de melhor atuação no Festival Olhar do Norte 2019, em abril.

 

 

O velório será realizado no Centro Cultural Palácio Rio Negro, na avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro. A previsão é que o velório inicie por volta de 14h. Por conta da ocasião, o Palácio Rio Negro não abrirá para visitação turística.

 

O secretário de Cultura, Marcos Apolo Muniz, declarou que Vitalli deixará um grande legado devido a sua atuação no cenário cultural amazonense.

 

“O falecimento de Luiz Vitalli muito nos sensibiliza. Era uma pessoa pela qual eu tinha muita admiração, respeito e carinho, certamente um nome que ficará marcado na história cultural do Estado por conta de seu extenso legado. Ele sempre teve um compromisso muito grande com a arte e deixa órfãos muitos de seus seguidores e artistas que compartilhavam de seus ideais. Meu respeito à família e à classe artística que sente a perda deste grande artista”, disse.

 

FONTE: PORTAL ACRITICA