A VERDADE DE SE LEVAR UM FACADA...

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Uma postagem que veio do Facebook, e nos expõe uma verdade, mais uma, entre tantas, que podemos ver pelas redes sociais quando é visível que do lado do 17, nós não vemos agressões no mesmo patamar que vem da esquerda, do PT...

Diante de tanto que se fala, se escreve, e dos muitos fakes news, fizemos o nosso trabalho jornalístico...

Assim, o AgênciaNorte postou em sua página nas redes sociais...

...

AO POVO ... Olha só, um depoimento de um médico, lá do Paraná, que incrédulo, e se sentindo agredido pelos posts nas redes sociais onde acusavam médicos, e o próprio Jair Bolsonaro, o Dr. João Batista Marchezsini, deixou sua preocupação para que a verdade, comum no seio do #B17, sobre o que vive hoje o candidato à Presidência da República, que está, ainda, em tratamento pós operatório, já que há um mês sofreu um grave ferimento por arma branca, que custou-lhe uma severa hemorragia interna, contaminação peritoneal com fezes devido lesão de seus intestinos delgado e grosso e consequente peritonite fecal. 
O dr. Marchesisni lembra que em Bolsonaro foi realizada uma colostomia temporária, que aguarda alguns poucos meses para ser fechada. 
"No seu pós-operatório imediato teve uma deiscência de sutura bloqueada com oclusão intestinal. E, aí, ele foi novamente operado", João Batista Marchesini, CRM/Pr.1551...E ele continua...
"...Agora se recupera graças aos seus excelentes profissionais e ao bom Deus. Neste período tem sido vitima de impropérios e acusações tais como: o ferimento não teve gravidade, não compareceu a debates com atestado médico falso, amarelou entre outros adjetivos. Qualquer trabalhador afastado de suas atividades pelo SUS por tais lesões gozaria de afastamento de suas funções por dois ou três meses. Bolsonaro completa agora o seu primeiro mês do trauma, ainda não completou um mês de sua última cirurgia. Para esclarecer ao leitor leigo, seu estado geral ainda é muito precário o que pode ser visto na sua última entrevista em seu domicílio. A colostomia que é uma saída artificial de gases e fezes em uma bolsa plástica é muito inconveniente. Fezes e gases saem independente da vontade o paciente. Os gases fazem ruídos altos, audíveis no ambiente que está o paciente e as fezes, exalam um odor desagradável que pode ser sentido por quem está próximo.
O constrangimento de um colostomisado é muito grande. Imaginem num ambiente como os Estúdios da Globo e com um público de milhões de expectadores. Acredito que ninguém gostaria de se expor desta maneira. Acho injusto chama-lo de covarde, que correu do debate, que amarelou, que usou atestado frio, etc. etc. Ignorância extrema e falta de caridade cristã. Fico revoltado com tanta sujeira. Por favor respeitem um ser humano independente de suas convicções políticas...", dr. João Batista Marchesini - méidco renomado, e que o AgênciaNorte entrou em contato com o CRM/PR, e certificou que tal depoimento é verídico, e o médico apenas expôs sua posição como repulsa as falsas acusações que a classe médica sofre, bem como o próprio Bolsonaro.

 

ban zona 

ban gov am

 

agnorte logo02

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM