Sábado, 05 Março 2022 10:32

CRETINICE DE DEPUTADO DEVE SER CASSADO

Avalie este item
(0 votos)
DEPUTADO QUE CANALHAMENTE FALA COM DESRESPEITO ÀS MULHERES UCRANIANAS DEPUTADO QUE CANALHAMENTE FALA COM DESRESPEITO ÀS MULHERES UCRANIANAS

Arthur do Val diz em áudio que ucranianas ‘são fáceis porque são pobres’

Deputado estadual disse que fila das baladas do Brasil ‘não chega aos pés’ da das refugiadas do país; ouça

  • Por Jovem Pan

O deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP), também conhecido como “Mamãe Falei“, enviou áudios a colegas do Movimento Brasil Livre (MBL) em que disse que as ucranianas “são fáceis porque são pobres”. O parlamentar, que estava na Ucrânia, fez diversos comentários machistas sobre as refugiadas do país. “Elas olham. E vou te dizer: são fáceis porque elas são pobres. E aqui a minha carta do Instagram, cheio de inscritos, funciona demais. Depois eu conto a história. Não peguei ninguém, mas eu colei em duas ‘minas’, dois grupos de ‘mina’, e assim, é inacreditável a facilidade”, afirma Arthur do Val em um dos áudios aos quais a Jovem Panteve acesso.

Em outro trecho, o deputado diz que passou pela fronteira com a Eslováquia e faz comentários sobre as refugiadas e policiais do local. “Eu nunca na minha vida vi nada parecido em termos de ‘mina’ bonita. A fila das refugiadas, irmão, imagina uma fila de 200 metros, só deusa. É um bagulho fora de série. Se você pegar a fila da melhor balada do Brasil, na melhor época do ano, não chega aos pés da fila das refugiadas aqui”, disse. “Eu juro para vocês, eu contei, foram 12 policiais deusas, que você casa e faz tudo o que ela quiser. Eu estou mal, não tenho nem palavras para expressar. Quatro dessas eram ‘minas’ que, nem sei te dizer, se ela cagar você limpa o c* dela com a língua. Inacreditável. Assim que essa guerra passar eu vou voltar para cá”, continuou do Val, que é pré-candidato ao governo de São Paulo.

Em nota, a presidente nacional do Podemos, deputada federal Renata Abreu (SP), diz que as declarações do correligionário são “gravíssimas e inaceitáveis”, acrescentando que a sigla instaurou um procedimento disciplinar interno para “a apuração dos fatos”. “Gravíssimas e inaceitáveis são as declarações do deputado estadual Arthur do Val, que foram divulgadas na imprensa. Não se resumem ao completo desrespeito à mulher, seja ucraniana ou de qualquer outro País, mas de violações profundas relacionadas a questões humanitárias, em um momento em que esse povo enfrenta os horrores da guerra. O Podemos repudia com veemência as declarações e, com base nelas, instaura de imediato um procedimento disciplinar interno para apuração dos fatos. Até este momento o partido não havia conseguido contato com o deputado, que estava em voo”, informou o diretório nacional do partido.

O ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro, pré-candidato do Podemos à Presidência da República, afirmou que “o tratamento dispensado às mulheres ucranianas refugiadas e às policiais do país é inaceitável em qualquer contexto”. “As declarações são incompatíveis com qualquer homem público”, segue o presidenciável, acrescentando que “jamais dividirei meu palanque e apoiarei pessoas que têm esse tipo de opinião e comportamento”. Procurada pela Jovem Pan, a assessoria de imprensa do deputado afirmou que aguarda a chegada dele ao Brasil para se manifestar. Ouça os áudios a partir de 01:52: