Terça, 08 Março 2022 20:30

Deputado expulso diz não à reeleição

Avalie este item
(0 votos)

Arthur do Val envia carta a deputados e diz que não vai concorrer à reeleição

Deputado afirmou que cassação do mandato é ‘medida excessiva’ e pediu desculpas aos colegas da Alesp

  • Por Jovem Pan

O deputado estadual Arthur do Val (SP) enviou uma carta aos parlamentares da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) nesta terça-feira, 8, em que afirmou que não vai concorrer à reeleição em outubro. A decisão ocorreu após a repercussão negativa de áudios em que fez comentários machistas sobre mulheres ucranianas. Na carta, Arthur afirmou que “envergonhou toda a sua família” e pediu desculpas aos deputados. “Aproveito, por oportuno, para comunicar aos colegas que não mais concorrerei ao cargo de deputado, sendo este meu último ano nesta honrosa Casa Legislativa”, escreveu. O parlamentar, no entanto, disse que a cassação de seu mandato é uma medida “excessiva”.

“Assumo e entendo a necessidade desta Casa em aplicar-me uma punição. É justo e necessário. Entretanto, peço encarecidamente que considere a ausência de dolo e de dano a terceiros na dosimetria da pena. Se de um lado a punição é necessária, de outro, a cassação se faz excessiva. Acredito que essa Casa terá a serenidade para aplicar uma pena justa, como suas tradições sempre mostraram”, disse. Nesta terça, o Podemosanunciou que acatou o pedido de desfiliação de Arthur do Val. O deputado também informou que se afastou do Movimento Brasil Livre (MBL). Pelo menos 12 representações foram protocoladas contra o parlamentar na Alesp, sendo que a maioria pede a cassação do mandato.