Quarta, 20 Abril 2022 09:42

PRESIDENTE, MAS PRESO...

Avalie este item
(0 votos)

Bolsonaro diz que se sente um ‘presidiário sem tornozeleira’ à frente da Presidência

Presidente alega que a solidão dentro do Palácio do Alvorada é ‘ensurdecedora’ e alegou que a missão dada a ele de conduzir o país ‘não é fácil’

  • Por Jovem Pan

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou nesta terça-feira, 19, do lançamento do evento Marcha para Jesus, em Cuiabá, no Mato Grosso, e alegou que o desafio de ser o chefe do Executivo federal assemelha-se a um “presidiário sem tornozeleira”. O mandatário alegou, ainda, que decisões tomadas “no silêncio” tem o poder de afetar o futuro de “milhões de pessoas”. “Por melhor que seja a residência onde eu estou, o Palácio da Alvorada, com tudo que possa imaginar, o silêncio, a solidão é ensurdecedora. Muitas vezes, me sinto ali como um presidiário sem tornozeleira eletrônica, mas sei que estou colaborando com o meu país, tendo boas pessoas ao meu lado, não apenas políticos que compõem o meu governo, bem como pastores, padres, cristãos, empresários, gente do povo, para vencermos quaisquer obstáculos”, afirmou o político.

No evento, que contou com a presença do pastor Silas Malafaia e do deputado federal Marco Feliciano (PL-SP), Bolsonaro não falou em reeleição, mas alegou que a união do povo evangélico pode fazer com que qualquer obstáculo seja superado. “Eu sei que ele [Jesus] não dá uma cruz mais pesada, de forma que não possamos carregá-la. Cada um de nós temos uma cruz, mas o somatório de todos nós, sabendo realmente quem é o senhor, nós vencemos qualquer obstáculo”, disse o presidente, que confirmou que seguirá seu atual caminho caso seja da vontade de Deus. Por fim, o capitão do Exército alegou que o ano ainda trará muitos “problemas”, como a “sede de poder por parte do homem, uma política onde o vale-tudo volta a se fazer presente”.