SUELY OBRIGADA A PARAR CALOTE AO SERVIDOR

REDAÇÃO AgêncianNorte

www.agnorte.com.br

Um alívio para os servidores estaduais, já que a justiça tomou decisão e determina que a governadora Suely Campos pare, o que para muitos era um calote com os empréstimos consignado, isto porque há meses os servidores tinham valores descontados de seus pagamentos em folha, porém, não são repassados aos bancos.

Suely Campos por sinal está com isto praticando crime de responsabilidade, porque quando o servidor que busca empréstim, recorre isto a um banco autorizado, contrata e os valores mensalmente são descontados do seu pagamento. Mas, como o governo não tem repassado este dinheiro que retira dos salários aos bancos credenciados, e o servidor acaba que fica com o seu nome 'sujo' no comércio - SPC e Serasa, já que há meses não se transfere o dinheiro aos bancos.

A justiça atendeu ao processo que foi impetrado a pedidos dos clientes do Banco BMG, instituição conveniada que impetrou ação na Vara da Fazenda Pública cobrando do Governo o depósito (atualizado até o dia 6 deste mês) de R$ 2.367.685,66 (dois milhões, trezentos e sessenta e sete mil, seiscentos e oitenta e cinco reais e sessenta e seis centavos).

O Governo Suely tem o prazo de 5 dias úteis, sob pena de multa no valor de R$ 5 mil por dia de descumprimento - em fazer o depósito. O calote desta administração ultrapassa R$ 14 milhões.

 

ban gov am

 

sebra dir

 

 

agnorte logo02

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM