Quinta, 29 Julho 2021 17:53

CHAME CAPACITANDO GUARDAS

Avalie este item
(0 votos)

Guardas Municipais de Bonfim recebem capacitação do CHAME...Os 14 agentes serão capacitados para atender as demandas de violência contra as mulheres no município

A Assembleia Legislativa de Roraima, por meio Centro Humanitário de Apoio à Mulher (CHAME), iniciou nesta quinta-feira (29) a capacitação de 14 agentes da Guarda Municipal de Bonfim. O objetivo é orientar os guardas nos atendimentos às vítimas de violência doméstica e familiar. O curso é realizado no Plenarinho Valério Magalhães e segue até esta sexta-feira (30). 

As atividades são realizadas por meio de uma parceria entre a Superintendência da Guarda Municipal (GCM) de Bonfim e o CHAME para fortalecer as ações de enfrentamento e atuação no combate à violência contra a mulher e ampliar a rede de atendimento às vítimas. O curso aborda temas como o entendimento sobre a definição de violência doméstica e familiar, comunicação não-violenta, contexto da violência de gênero no Brasil e diagnóstico de violência contra a mulher. 

O superintendente da GCM, Francisco Pinheiro, informou que a solicitação de treinamento foi devido ao alto número de ocorrências atendidas pelos agentes de segurança.“Muitas vezes a mulher se sente fragilizada ao fazer uma denúncia, então esses ensinamentos são justamente para atender essas pessoas. Temos o objetivo de implantar o Ronda Maria da Penha em nosso município e isso contribuirá para um bom trabalho dos agentes”, destacou. 

A advogada do CHAME, Nanníbia Cabral, é uma das responsáveis pelo treinamento e destacou que a capacitação é para expandir os conhecimentos dos agentes. “Nós fizemos um treinamento diverso, explicando como eles podem orientar as vítimas, como funciona o trabalho desenvolvido pelo CHAME. Além de explicarmos detalhadamente o ciclo de violência e os tópicos da Lei Maria da Penha”, explicou.

Liliane de Almeida tomou posse no cargo de guarda municipal em abril deste ano. A agente é a única mulher da corporação que participou da capacitação neste primeiro dia. "Temos muita demanda de violência doméstica em Bonfim. Por isso a necessidade dos demais agentes entenderem mais sobre a temática, tendo em vista que a maior parte da nossa corporação são homens”, frisou a agente. 

Durante o evento foram expostos dados do CHAME sobre a violência no contexto estadual. A maioria das vítimas agredidas em Roraima tem entre 20 a 36 anos. O estudo revelou que os bairros com maior taxa de violência e agressão contra a mulher são o Senador Hélio Campos e o Cidade Satélite. As guarnições podem solicitar este tipo de treinamento para as corporações. 

 

O CHAME presta atendimento jurídico, psicológico e social às mulheres e às famílias das vítimas de violência doméstica. Devido às medidas restritivas impostas para combater a covid-19, o atendimento está sendo realizado pelo ZapChame (95) 98402-0502, de domingo a domingo.

 

 

...

 

Texto: Bruna Gomes 

Foto: Marley Lima 

SupCom ALE-RR