Quinta, 21 Julho 2022 07:58

SUL ABANDONADO, POVO QUER MUDANÇA

Avalie este item
(0 votos)

...O abandono no Sul do Estado é algo que só cresce, e ao contrário das maquiagens que são feitas pelos governos, a verdade é que o povo não é respeitado, e Teresa Surita, pré candidata ao Governo, esteve reunida com o povo do Jundiá, e afirma que a região, “Não condiz com a grandeza do nosso Estado”...

REDAÇÃO AGNORTE/MARLEN LIMA

Usando suas redes sociais, como sempre tem feito ao longo de sua vida política, onde a ex prefeita de Boa Vista tem um contato direto com o povo, Teresa postou nesta quarta, 20, o seu apoio aos moradores da vila Jundiá, entrada e saída do Estado pela BR-174 - lá no Sul.

Teresa expõe uma triste falência que o povo daquela região vive, devido ao abandono que é, sem dúvida, prejudicial tanto para os moradores como aos empresários, e quem perde com isto é o Estado 'inteiro'.

“O que encontrei é de chocar qualquer um: não tinha energia, não tem internet, as estradas estão em péssimas condições, não tem apoio aos caminhoneiros. A partir do ano que vem isso vai mudar”, escreveu Teresa, deixando claro que se assim for a vontade do povo Roraima poderá ter, de fato, planejamento e soluções.

PODE SER ALGO TURÍSTICO

Ao sair de Manaus/AM, Capital vizinha, pega-se o carro, e assim cruz a BR 174 para chegar a Roraima, e passa obrigatoriamente pelo Jundiá, fica as 'malditas' correntes que são atos inconstitucionais que dizem salva guardar a reserva Waimiri Atroari, balela, e este será mais um bom ponto que o próximo governo poderá resolver, pondo fim a este atraso para o Estado. Nesta região, lindíssima, pode muito bem ser melhor explorada turisticamente já que ali em Jundiá também está localizado o monumento da linha do Equador - sempre há motoristas, famílias que param para bater fotos, esticar as pernas, comer algo, mas, hoje nunca se teve nada ali, e quem conhece Teresa sabe que ela vê o que muitos políticos não enxergam, e a área pode ser transformada.

Jundiá fica a aproximadamente 140 km do município de Rorainópolis, que claro que também deve sofrer fortes intervenções futuras, mas, isto só com quem sabe planejar, organizar e liderar, daí Teresa estar sendo vista como a real mudança, a real esperança de transformar o Estado.

“É onde passa toda a carga que chega de Manaus para o nosso estado. É uma situação assustadora de abandono. Aqui, não tem informatização, os caminhoneiros ficam parados por dias, com a burocracia que não anda da forma correta. Essa é a realidade de um lugar que deveria ter uma situação diferente. Aqui era para mostrarmos a nossa capacidade de receber aqueles que chegam, nossa organização, nossa potência enquanto estado. Mas isso vai mudar”, reforçou Teresa.

CONVERSA OLHO NO OLHO

Durante à noite, Teresa e o pré-candidato ao Senado Federal, Romero Jucá e o pré-candidato a deputado Estadual, Idázio da Perfil, visitaram comércios, residências e participaram de uma grande reunião de rua com cerca de 150 moradores das vicinais e da sede da vila.

Os pré candidatos ouviram o que se tem ouvido muito ao longo desta caminha da Teresa ao Governo, a população do Interior pede investimentos em infraestrutura, modernização, internet, energia e água de qualidade.

“Nós acreditamos na Teresa, porque ela já mostrou que é capaz de fazer uma boa gestão. Aqui no Jundiá estamos abandonados há muito tempo. Moramos na entrada do nosso estado e não temos nenhum auxílio, serviço ou apoio sequer do governo estadual. A situação de quem mora aqui é precária. Somos um povo esquecido pelo poder público. Em quatro anos de governo, esse governador só veio aqui uma vez e não quis escutar as nossas reclamações”, disse o aposentado Raimundo Alves.

Agricultura em Boa Vista ganha força com apoio de Romero Jucá

AGRICULTOR

Teresa comentou também, durante a reunião, sobre a falta de apoio aos produtores.

“Os pequenos agricultores, que têm seus lotes, não conseguem produzir porque não existe assistência alguma. É a realidade de um lugar que deveria ter uma situação completamente diferente. Precisamos ajudar os produtores a gerar renda. A partir do ano que vem teremos outra realidade, outra dinâmica”, garantiu Teresa, que tem ao lonGo de seus mandatos que teve á frente da Prefeitura da Capital pôde mostrar como os agricultores da área rural de Boa Vista tiveram, e estão tendo ainda como o prefeito Arthur Henrique, apoio para produzir, técnicas, maquinários, e nesta experiência que levará ao Estado.

 

 

...

COM ASSESSORIA MDB