Segunda, 20 Agosto 2018 10:12

IBOPE E NÚMEROS SUSPEITOS...

Avalie este item
(0 votos)

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

O que mais se ouve nas ruas de Boa Vista é que pesquisa, mesmo a do Ibope, sobre eleição é que as primeiras são tudo 'furadas'. Ou seja, são pesqusias que apesar de serem feitas por institutos que de certa forma tem algum respaldo, porém, no caso do Ibope o que mais falam é que suas primeiras entrevistas com o eleitorado são direcionadas para 'abrir' mercado. Ou seja, que buscam força quem queiram os seus serviços para a segunda entrevista, e a derradeira, a terceira e decisiva entrevista eleitoral.

Assim, a leitura que se faz destas pesquisas, sejam elas do Ibope ou de qualquer outro instituto nacional ou regional, verdade seja dita, que quando feitas de forma espontânea, esta, sim, é a pesquisa que mostra o que de fato o eleitor quer, quem em primeira mão ele pensa em votar. Esta mostra a real vontade do povo.

E neste tipo de resultado, não se tem como 'abrir' para o mercado, não se tem como direcionar o mercado, na espontânea o eleitor responde naturalmente, e neste sentido, o Ibope bate igual ao que se ouve muito pelo Estado, onde os dois nomes que se firmam para as duas vagas ao Senado é em primeiro lugar o do senador Romero Jucá com 15%, o campeão reconhecido pela população em trazer mais recursos para Roraima, isto é incontestável; e em segundo lugar surge a consolidação da campanha de um baixinho que é um gigante no Sul, e tem se alastrado pelo resto do Estado, trata-se de Mecias de Jesus, com 13%, e tem crescido na sua campanha, independente de quem esteja apoiando, o pai do deputado federal Jhonatan de Jesus, este outro que está muito bem avaliado pela população, assim, ambos se mantém com números crescentes nesta eleição.

O resto é balela para quem não aceita os fatos como são, pois Ângela Portela, com pouco mais de 9%, ainda sofre, sim, por ter estado ao lado do PT, e de positivo disto nada trouxe para Roraima com Lula e Dilma como presidentes, eles ali no poder...Pelo contrário, a senadora Ângela saiu do PT para não ficar marcada como apoiadora de hoje uma presidente cassada, e outro ex presidente presidiário. Ela tinha vergonha de ficar no PT, e este tipo de político que não tem coragem é um péssino sinal de acovardamente, que passa muita falta de credibildiade.

A verdade é que o eleitor está atento, não é besta, sabe bem avaliar quem é quem, e quem tem poder de força de continuar no Senado e quem pode cumprir com o que promete - Jucá e Mecias, são os dois nomes - 15% e 13%, respectivamente assinala o Ibope em sua pesquisa espontânea.